POST / CONTEÚDO GRATUITO 

Será bloqueio criativo ou apenas cansaço?



A influência da alimentação no processo criativo.


O prazo de entrega está correndo e nada de conseguir juntar os pontos para chegar em uma solução viável para aquele problema.


Parece que quanto mais pensamos, mais nos sentimos estagnados e nada vai pra frente. Bateu um bloqueio criativo! Será mesmo?


Quando pensamos em vida sistêmica, cabe lançar um olhar curioso e atento a respeito da nossa alimentação como parte do nosso processo criativo. Mas por quê?


Pensar gasta energia. E usar criatividade na resolução de problemas é pensar em caminhos diferentes para fugir de soluções óbvias. E isso gasta muita energia.


Nossos hábitos alimentares são a porta de entrada de nossa fonte de energia.

Ao trazer consciência para nossa alimentação optamos por alimentos mais favoráveis a gerar energia para as semanas que irão exigir amplo foco criativo.


Nosso cérebro não é um grande adepto em gastar energia, mas é em armazenar. Ele é um caçador de padrões a fim de otimizar processos para armazenar energia. E ao nos encontrarmos com pouca energia, ele será um dos sabotadores da criatividade, nos aprisionando na zona de estagnação (zona de conforto) para garantir a sua poupança energética.


Esta é da das razões por ser tão difícil criar novos hábitos. Buscar caminhos diferentes gasta energia!

Então, se pensar criativamente gasta muita energia, ter consciência do que estamos comendo é uma das formas de gerenciar a nossa energia ao longo da nossa rotina de trabalho!


Por isso te convido à reflexão: será que neste momento você está com a criatividade bloqueada ou está apenas cansado(a)?


Grande abraço!

Pamela Machado


#criatividade #visãosistêmica #processocriativo #vidacriativa #energiacriativa #comportamentoscriativos #resoluçãodeproblemas #foco #fluxocriativo #performancecriativa #traçãocriativa

24 visualizações
  • Instagram Pamela Machado
  • Spotify Pamela Machado
  • LinkedIn
contatos_v.png
contatos-02.png